terça-feira, 6 de novembro de 2018

16 MUMIA PROGRAMAS












16 MUMIA PROGRAMAS

Longas
Turbulences, de Daniel Kamwa (França, 2016) | 113’
Minga et la Cuillere Cassee Edou, de Claye (França, 2017) | 80’
A Cidade dos Piratas, de Otto Guerra (Brasil, 2018) | 83’
As Aventuras de Fujiwara Manchester, de  Alê Camargo (Brasil, 2018) | 117’
Tito e os pássaros, de Gabriel Bitar, Gustavo Steinberg e André Catoto! (Brasil, 2018) | 73’
Historietas assombradas - O Filme, de Victor Hugo Borges (Brasil, 2017) | 90’

INTERNACIONAL 01 -60´
About our astronauts, de Galina Golubeva (Rússia, 2018) | 7'
Overrun, de Pierre Ropars, Antonin Derory, Diane Thirault, Jérémie Cottard, Matthieu Druaud, de Adrien Zumbihl (França, 2017) | 7'45''
Camouflage, de Imge Özbilge (Bélgica, 2016) | 5'31''
Emmanuel Willis road to Glory, de Gustavo Baía (Portugal, 2018) | 1'21''
Panda, de SHEN Jie (China, 2016) | 3'30''
The Death, Dad & Son, de Denis Walgenwitz & Winshluss - (França, 2017) | 13'
Here Comes the plane, de Nicolás Sole Allignani (Argentina, 2017) | 3'46''
Bloom, de Margaret To (Estados Unidos, 2016) |3'34''
Strange Case, de Zbigniew Czapla (Polônia, 2017) | 13'30”

INTERNACIONAL 2 – 61´
Tough, de Jennifer Zheng (Irlanda, 2016) | 5'
Tete a Tete, de Natasha Tonkin (Reino Unido, 2017) | 7'48''
Before the end of a world, de Bhopal (França, 2018) |  5'23''
A Love Story, de Anushka Kishani Naanayakkara (Reino Unido, 2016) | 7'
What A Peaceful Day, de Eden Chan (Taiwan, 2016) | 4'45''
Areka, de Atxur Animazio Taldea (Espanha, 2017) | 7'19''
Forever, de Zhongsu (China, 2015) | 7'16''
Somewhere, de Mélody Boulissirère (França, 2016) | 6'
Corner, de Lucija Mrzljak (República Tcheca) | 2'
Delirium Danzanti, de Heidi Valda Lanza (Bolívia/Espanha, 2018) | 4'37''
Casino, de Steven Woloshen (Canadá, 2016) | 4´

INTERNACIONAL 03 – 60´
Pixied, de Agostina Ravazzola e Gabriela Sorroza (Argentina, 2017) | 8'24''
La Mora y El Cocuyo, de Isaias Perez e Venezuela Febrero (Venezuela, 2017) | 10'
Tasty Trip, de Tom Girardot e Geoffroy Renard – 9´15” – França - 2017
CONTACT, de Alessandro Novelli (Espanha, 2017) | 7'52''
GAMER GIRL, de Irena Jukić Pranjić  (Croácia, 2016) | 9'26''
It's a Date, de Zachary Zezima (Estados Unidos, 2016) | 7'12''
THE BIG ADVENTURE OF A LITTLE LINE, de Antoine Robert (França, 2016) | 7'27''

INTERNACIONAL  04 – 64´
Biurko dziadka Stanislawa, de Daria Kopiec (Polônia, 2017) | 2'13''
A Story from Space, de Joseph Childs e Iro Tsavala (Reino Unido, 2017) | 5'33''
O Círculo, de Terje Henk (Portugal, 2018) | 2'40''
Heads Together, de Job, Joris & Marieke (Holanda, 2017) | 20'54''
Misho and Robin: Camping, de Vjekoslav Živković e Denis Valentić (Croácia, 2016) | 5'15''
Riot, de FRANK TERNIER (França, 2017) | 13'26''
GP-to, de Maxime Gental, Zoé Pelegrin-Bomel, Edwin Leeds, Pulkita Mathur, Jonathan Valette, Catherine Lardé (França, 2017) | 7'29''
ROBHOT, de Donato SANSONE (Itália, 2017) | 6'

INTERNACIONAL 05 – 62´
9 Ways to Draw a Person, de Sasha Svirsky (Rússia, 2016) | 6'29''
Koyaa - Freezing Scarf, de Kolja Saksida (Eslovênia, 2016) | 2'45''
Ys, de François Letty, Léa Arachtingi, Simon Goeneutte-Lefevre, Marion Patin, Yves-Guillaume Pecquet, Jeremy Violier (França, 2017) | 7'35''
Inner Light, de Andrey Katsuba (Russia, 2016) | 6'40''
Temptation, de Camille Canonne, Laura Bouillet, Michael Hoft, Catherine Le Quang, Pauline Raffin, Martin Villert (França, 2017) | 5'
Analysis Paralysis, de Anete Melece (Suíça, 2016) | 9'
Miriami kana unistus, de Andres Tenusaar (Estônia, 2016) | 5'
Penelope, de Heta Jäälinoja (Estônia, 2016) | 4'
Extraterrestre, de Victoria Karmín (México, 2015) | 15´

INTERNACIONAL 06 - 60´
Radio Dolores, de Katariina Lillqvist (Finlândia, 2016) | 18'
Leave a print, de Christina S. Nerland (Reino Unido, 2016) | 5'14''
Whatever the Weather, de Remo Scherrer (Suíça, 2016) | 11'20''
Trial & Error, de Antje Heyn (Alemanha, 2017) | 5'27''
KNOCKSTRIKE, de Genis Rigol, Pau Anglada e Marc Torices (Espanha, 2017) | 5'25''
Beti bezperako koplak, de Ageda Kopla Taldea (Espanha, 2016) | 6'

INTERNACIONAL 07 – 62´
Kutxa Beltza, de Izibene Onederra e Isabel Herguera (Espanha, Itália e Índia, 2017) | 6'46''
Happy End, de Jan Saska (Repíublica Tcheca, 2015) | 5'42''
Au Pair, de Tatu Pohjavirta e Mark Ståhle (Finlândia, 2016) | 12'28''
Whiteland, de Ira Elshansky (Rússia, 2018) | 6'42''
Animal  Year, de zhongsu (China, 2016) | 7'
La Tierra en mis manos - Sin Agua, de Nicolas Conte (Argentina, 2016) | 4'22''
Beyond the Town, de Thomas Lagana (França, 2017) | 5'
Life Cycles, de Ross Hogg (Reino Unido, 2016) | 4'17''
Un día en el parque, de Diego Porral (Espanha, 2017) | 3'
Juliette, de Lora D'Addazio (Bélgica, 2016) | 6'37''

INTERNACIONAL 08  - 60´
Plein été, de Josselin Facon (França, 2016) | 5'48''
Sunscapades, de Ben Mitchell (Reino Unido, 2018) | 5'14''
Entre tes Mains, de Delphine Delannoy, Lisa Baillon, Tsu-Ning Lai, Atiyyah Lallmahomed, Gwenaël Renaud, Daphné Westelynck (França, 2017) | 7'50''
Aigin, de Jouni West (Finlândia, 2014) | 10'
Jungle Taxi, de Hakhyun KIM (Japão, 2016) | 7'44''
Stockholm, de Jean-Baptiste Aziere, Victor Chavanne, Thomas Némery, Morgane Perrin, de Camille Roubinowitz (França, 2017) | 6'25''
The Cloud and the Whale, de Alyona Tomilova (Rússia, 2016) | 3'31''
Boull, de Elizaveta e Polina Manokhina (Rússia, 2016) | 3'33''
Simbiosis carnal, de Rocío Álvarez (Bélgica, 2017) | 10'´

INTERNACIONAL 09 – 60´
Light Sight, de Seyed M. Tabatabaei (Irã, 2016) | 7'34''
Perfect Conjugal Bliss, de Zhongsu (China, 2014) | 5'26''
Red Apple, de Ana Horvat (Croácia, 2018) | 8'
Too Late for Tears, de Pablo Polledri (Argentina, 2008) | 4'34''
I made you, I kill you, de Alexandru Petru Badelita (Romênia e França, 2016) | 14'
Les Enfants de Neptus, de Raoul Dhellemmes (França, 2017) | 5'20''
Twin Islands, de Manon Sailly, Charlotte Sarfati, Christine Jaudoin, Lara Cochetel, Raphaël Huot, Fanny Teisson (França, 2017) | 7'19''
Pussy, de Renata Gasiorowska (Plônia, 2016) | 8'22''

INTERNACIONAL 10 – 63´
Impossible figures and other stories II, de Marta Pajek (Poplônia, 2016) | 15'
Koyaa - Naughty Toy Car, de Kolja Saksida (Eslovênia, 2016) | 2'45''
Mental Black Hole, de Wan Chen Lin (Zoey) (Estados Unidos, 2016) | 5'30''
Rising Waters In Underwood Springs!, de Mathieu Auvray (França, 2017) | 26'31''
Surprise, de Tariq Rimawi (Jordânia, 2017) | 5'15''
Seed_kokolia, de Jan Kokolia (República Tcheca, 2016) | 3'48''
Aeon, de Ryotaro Miyajima (Japão, 2017) | 3'48''

INTERNACIONAL 11 – 70´
Mercurio, de Michele Bernardi (Itália, 2018) | 10'
Foreign Body, de Magnuska (Polônia, 2016) | 7'
Lillandril, de Margaux Tamic (França, 2017) | 9'42''
Empty Fort Strategy, de Zhongsu (China, 2013) |4'14''
Reruns, de Rosto (França, 2018) | 14'23''
Vivat musketeers!, de Anton Dyakov (Rússia, 2017) | 5'30''
The Curiosity Show, de Quentin Simon (França, 2017) | 4'41''
MVP, de Artur Marcol (Polônia, 2018) | 3'50''
Magic Dream, de Tomas Wells (Chile, 2018) 11´

INTERNACIONAL 12 – 61´
In Other Words, de Tal Kantor (Israel, 2015) | 5'55''
The Magic Button, de Miroslava Arnaudova (Bulgária, 2016) | 23'37''
KL, de William Henne e Yann Bonnin (Bélgica, 2017) | 3'47''
Le Bal des princesses, de Nicolas Bianco-Levrin (França, 2018) | 2'43''
Hooked, de Lucil Lepeuple, Margot Cardinael, Zoé Caudron, Benjamin Bouchard, Camille Gras, Marine Boudry (França, 2017) | 8'
Pantin, de Timothée Crabbé (Bélgica, 2018) | 6'
Farewell, de Leon Vidmar (Eslovênia, 2015) | 6'
Zdarzenie plastyczne, de Tymon Albrzykowski (Polônia, 2016) | 5'11''

INTERNACIONAL 13 – 63´
Mon homme (poulpe), de Stéphanie Cadoret (França, 2016) | 8'49''
My Father´s Room, de Jang Nari (Coreia do Sul, 2016) | 8'16''
Cthupid, de  Giovanni Braggio (Portugal, 2016) | 1'24''
Big Booom, de Marat Narimanov (Rússia, 2016) | 4'12''
Spirit Mountain, de Kirsten Carina Geißer, Ines Christine Geißer (Alemanha, 2016) | 1'
Après la mort, après la vie, de Adolpho Avril e Olivier Deprez (Bélgica, 2016) | 15'29''
Snowsaurus, de Anna Kuzina (Rússia, 2018) | 1'39''
Koyaa - Wild Sunbed, de Kolja Saksida (Eslovênia, 2016) | 2'45''
Jenteloven/The Lonely Catwalk, de Martine Grande (Noruega, 2016) | 10'
Patrioska, de Tiago Araújo (Portugal, 2016) | 9'

MINEIRA 1
Metamorfose, de Jane Carmen Oliveira (Belo Horizonte, 2017) | 5’22’’
Suspeito, de Max Henrique (Belo Horizonte, 2016) | 1’
O Suicídio, de David Lucas (Belo Horizonte, 2017) | 1’51’’
Midnight Snack, de Tatiana Kawanishi (Belo Horizonte, 2017) | 5’50’’
A Alquimista, de Taís Val (Belo Horizonte, 2017) | 4’26’’
Equilíbrio, de Artur Costa (Belo Horizonte, 2011) | 1’33’’
O Olho do Sapo, de Cybelle Mendes (Belo Horizonte, 2018) | 11’38’’
My Messy Mind, de Ramon Faria (Estados Unidos, 2018) | 6’
O Projeto, de Anderson Ribeiro de Castro (Belo Horizonte, 2011) | 1’46’’
Uma noite qualquer, de Luciano Irrthum (Belo Horizonte, 2018) | 3’33’’

MINEIRA 2
C(R)U1, de Jessica Hissa (Nova Lima, 2017) | 1’05’’
Modern Pets Fighting, de Guilherme Teresani (Belo Horizonte, 2018) | 1’30’’
Habitat, de Max Henrique (Belo Horizonte, 2017) | 1’
Mar Salgadinho, de Caroline Veirano (Belo Horizonte/São Paulo, 2017) | 2’46’’
Desencontro, de Jackson Abacatu (Belo Horizonte, 2018) | 3’
 ZOO, de Fernando Martins (Uberaba, 2016) | 36’’
Coceirinha na mão, de Luciano Irrthum (Belo Horizonte, 2017) | 5’33’’
Pedro e o Velho Chico, de Renato Gaia (Belo Horizonte, 2017) | 18’
Cor, de J.J. Ribeiro (Teófilo Otoni, 2018) | 1’16’’
NINO: Viagem ao Conhecimento, de Ronaldo Zenóbio (Belo Horizonte, 2018) |  5’

MINEIRA 3
C(R)U2, de Jessica Hissa (Nova Lima, 2017) | 1’05’’
Por um Som Orgânico, de Fábio Purper (Goiânia/Uberlândia, 2017) | 3’51’’
Espaços de Amnésia, de Manu Lima (Belo Horizonte, 2017) | 1’
Fucking Skie, de Guilherme Teresani (Belo Horizonte, 2018) | 5’36’’
O Trapezista, de Anderson Ribeiro de Castro (Belo Horioznte, 2018) | 2’52’’
Contrastes - Impressões de Israel, de Jackson Abacatu (Belo Horizonte, 2018) | 10’
Bad Trip Television, de Fernando Martins (Belo Horizonte, 2017) | 1’42’’
SERF, de Ramon Faria (Estados Unidos, 2018) | 4’31’’
Sirlei – Rabiscos, de Wanderson Brandão e Renato Faria (Divinópolis, 2010) | 14’16’’

Brasileira 1  | 40’
Almas, de Marcos Faria (SP, 2018) | 3’35’’
Business Meeting , de Guy Charnaux (RJ, 2018) | 1’45’’
Dando Asas à Imaginação, de Arthur Felipe Fiel e João Marcos Nascimento  (RJ, 2017) | 13’19’’
Ratolactasia, de Estúdio Escola de Animação (RJ, 2017) | 3’
Escamas da Noite, de Bruna Santana (SP, 2018) | 1’32’’
MÃE, de Gordeeff  (Brasil/ Portugal, 2018) | 2’45’’
Destino, de Moisés Pantolfi (SP, 2017) | 1’08’’
Eu o declaro meu inimigo, de Marcos Buccini e Tiago Delácio (PE, 2018) | 2’15’’
Demo, de Mauro Junior (SP, 2017) | 1’12’’
Criações, de Dustan Oeven (GO, 2017) | 2’15’’
Travessia, de Vinícius Marques (PE, 2017) | 1’10’’
Aconteceu naquela manhã, de Arnaldo Galvão (SP, 2018) | 5’

Brasileira 2 | 55’
Césio, o Camaleão, de Estúdio Escola de Animação (RJ, 2016) | 3’48’’
A Guerra do Brasil, de Alessandro Alvim (RJ, 2017) | 14’
Milagre dos Peixes, de Claudio Y. H. (SP, 2017) | 4’07’’
Chá das 5, de Estúdio Escola de Animação (RJ, 2016) | 3’3’’
Mempsicose, de  Italo Rocha e Marcelo Zuza (AC, 2017) | 2’28’’
Respiro Compartido, de ONZE (Gabriela Monnerat e Rodrigo Amim) (RJ, 2017) | 35’’
Golinho, de ONZE (Gabriela Monnerat e Rodrigo Amim) (RJ, 2018) | 55’’
Ataque Blues, de André Dias (CE, 2015) | 4’5’’
Aviãozinho, de Antonio Jr. (CE/RJ, 2016) | 5’44’’
Corpos em Ciclo, de Nilton Soares (SP, 2018) | 1’49’’
Tailor, de Calí dos Anjos (RJ, 2017) | 10’
8 Patas, de Fabrício Eduardo Rabachim (SP, 2017) | 2’25’’

Brasileira 3 | 50’
Torre, de Nádia Mangolini (SP, 2017) | 18’
Momento Psicodélico Nº 13, de Breech Delivery e Daniel Bruson (SP, 2017) | 1’40’’
Fragmento, de Paulinha Spinelli (DF, 2018) | 8’30’’
Trevas à Parte, de Estúdio Escola de Animação (RJ, 2017) | 4’54’’
Vegana, de Estúdio Escola de Animação (RJ, 2016) | 3’23’’
Me, by J-Money, de Daniel Bruson (SP, 2017) | 1’
Aquele 31 de Março, de Daniel Mata Roque (RJ, 2016) | 3’30’’
O Poeta das Coisas Horríveis, de Guy Charnaux (RJ, 2017) | 5’20’’

Brasileira 4 – 60’
The Boy who wanted to be a Lion, de Alois Di Leo (ING/SP, 2010) | 10’
Os Segredos do Rio Grande, de Analúcia Godoi (ES, 2017) | 5’41’’
Sobre a Gente , de Alunos do Projeto Animação/ Núcleo Animazul (ES, 2017) |7’47’’
Almofada de Penas, de Joseph Specker Nys (SC, 2018) |12’17’’
Bolha, de Estúdio Escola de Animação (RJ, 2017) | 3’48’’
Drama de um cotidiano real, de Marco T. Alves (SP, 2011) | 6’12’’
@Disexta, de André Catoto (SP, 2018) | 12’

Brasileira 5 | 57’
Guaxuma, de Nara Normande (PE, 2018) | 14’15’’
O Malabarista, de Iuri Moreno (GO, 2018) | 10’55’’
Amsterdam, 2016, de Fernanda Resende Serradourada (SP, 2017) | 5’
Onde Está?, de Michael Smith e William Ribeiro (RJ, 2017) | 2’18’’
Deriva Amorfológica: Bacia de Cubatão, de Rodrigo Faustini  (SP, 2018) | 3’
Outro Mar, de Larissa Lisboa (AL, 2017) |34’’
Sopa de Tomate, de Nilton Soares (SP, 2017) | 1’41’’
All%off – Liquidação, de Dustan Oeven (GO, 2018) | 1’12’’
Aquário, de Alice Andreoli (SP, 2018) | 2’10’’
Taxidermia, de Estúdio Escola de Animação (RJ, 2017) | 3’33’’
O Evangelho Segundo Tauba e Primal, de Márcia Deretti & Márcio Júnior (GO, 2018) | 11’25’’

Brasileira 6 | 45’
Acolá, de Renato Lepsch (RJ, 2017) | 8’42’’
Scape Scape, de Bruno Monteiro (SP, 2017) | 5’55’
A Maçã de Kafka, de Moisés Pantolfi  (SP, 2017) | 1’
A Fome, de Renato Cirino (GO, 2017) | 2’
The GodRocker , de Kathy Oliveira (SC, 2017) | 5’32’’
Macaco Albino: Pimenta, de Beto Uechi (SP, 2017) | 4’50’’
Morte E Vida Uterina , de Daniel Bruson (SP, 2017) | 3’44’’
O fim da fila, de William Côgo (RJ, 2016) | 2’47’’
O consertador de Coisas Miúdas, de Marcos Buccini (PE/SP, 2017) | 10’35’’

Brasileira 7 (Classificação Livre) |  46’
A Natureza Agradece, de Ana Maria Cordeiro (GO, 2018) | 14’14’’
Sonhos da Isah, de João Ricardo Costa (SC, 2017) | 5’
Uma nova Chance, de Barbra Meira (RJ, 2017) | 2’41’’
Acredite em mim, de Carlos José Marcato (SP, 2018) | 6’30’’
Saturn Voyager, de Iuri Araújo e Guilherme Araújo (GO, 2017) | 7’
Fazenda Rosa, de Chia Beloto (PE, 2017) | 8’25’’
Starlit Adventures - Delivery Time, de Christian Lykawka (RS, 2018) | 1’50’’

Mostra Especial – Curta 3D: Design e Animação na Escola Superior de Propaganda e Marketing de São Paulo | 28’
Folego, de Jane Choi, Juliana Alves, Gustavo Tsujino, Mariana Oliveira e Yumi da Cruz (2018/1) | 2’28’’
Glitch, de Izaac Ogata, Bernardo Brasil, Caio Keneucke e Gustavo Virgilio (2017/1) | 4’08’’
Dalia, de Catarina PIgnato, Mona Sung, Nathalia Uchyama, Stephanie Shu e Vitoria Bezerra (2015/1) | 2’19’’
Só, de Carlos Hakim, Gabriela Osilio, Pedro Casagrande, Julia Krauss Stabel e Vitor Tourais (2016/1) | 3’21’’
Noite de Halloween, de André Tamiazzo, Bruna Buarque, Camile Gimenez, Michele D’Andrea e Leticia Motoll (2014/1) | 2’45’’
Güle, de Lucas Cobucci, Thaiane Gomes, Cynthia Rosa e Jeff Avelino (2017/1) | 3’31’’
Histórias de bar, de Amanda Albaricci, Beatriz Mendes, Isabela Lemos, Jade Longo e Rafaela Moura (2017/1) | 2’42’’
Lapse, de Amanda Santana, Giovanna Cia , Kelly Seo, Leticia Monterio, Monika Morimoto e Victoria de Lucca (2016/2) | 2’31’’
Visita, de Ana Carolina Lisboa, Bruna Matias, Bruno Honma, João Mendes e Victor Tobita (2016/2) | 3’15’’
Pirilampo, de Gabriela Pessoa, Giovanna Veronezi, Manuela Halluli, Maria Eduardo de Luca e Rafaella di Bella (2016/1) | 2’56’’

OFICINAS
Oficina de Animação de sombras – 04 a 07 de dezembro – Wilson Lanzaretti -SP
Oficina de Animação Rotoscopia – de 07 a 10 de dezembro – Marcos Buccini – PE
Oficina de Animação com carimbos – de 04 a 07 de dezembro – Erica Maradona - RS
Oficina de Animação de parede – Projeto Parede Sesc Palladium - de 04 a 07 de dezembro – Adriane Puresa – MG

Lançamento de Livros
A História de animação de Pernambuco de Marcos Buccini
Diversidade na Animação Brasileira de Sávio Leite (org.)
Animação Brasileira – 100 Filmes essenciais de Gabriel Carneiro e Paulo Henrique Silva

quarta-feira, 5 de setembro de 2018

COMPETITIVAS BRASILEIRA 16 MUMIA













Brasileira 1
Almas - Marcos Faria - 03’35’’ - São Paulo - SP
Business Meeting  - Guy Charnaux – 1´45” - Rio de Janeiro /RJ – 2018
Dando Asas à Imaginação-  Arthur Felipe Fiel e João Marcos Nascimento – 13´19” – Niterói/RJ
Ratolactasia - Estúdio Escola de Animação – 3´- Rio de Janeiro/RJ – 2017
Escamas da Noite - Bruna Santana - 01'32'' - São Paulo/SP - 2018
MÃE – Gordeeff – 2´45” - Brasil/Portugal – 2018
Morte E Vida Uterina -Daniel Bruson – 3´44” – Sorocaba/ SP – 2017
O fim da fila - William Côgo – 2´47” - Rio de Janeiro -  2016
Eu o declaro meu inimigo  - Marcos Buccini e Tiago Delácio- 2´15” -  Recife/PE - 2018
Macaco Albino: Pimenta - Beto Uechi – 4´50” - São Paulo
Demo - Mauro Junior - 1´12” - São Bernardo do Campo – SP- 2017
Criações - Dustan Oeven – 2´15” – Goiânia/Go – 2017
Travessia - Vinícius Marques – 1- 10” - Belo Jardim / PE - 2017

Brasileira 2
Césio, o Camaleão - Estúdio Escola de Animação-  3´48” - Rio de Janeiro/RJ – 2016
A Guerra do Brasil - Alessandro Alvim – 14´- Rio de Janeiro -2017
Milagre dos Peixes - Claudio Y. H.- 4'07' - ' São Paulo – 2017
Chá das 5 - Estúdio Escola de Animação – 3´32” Rio de Janeiro/RJ- 2016
Mempsicose -  Italo Rocha e Marcelo Zuza - 2'28" - Rio Branco/AC- 2017
Respiro Compartido - ONZE (gabriela Monnerat e Rodrigo Amim) – 35” - Rio de Janeiro – 2017
Golinho               - ONZE (gabriela Monnerat e Rodrigo Amim) – 55”- Rio de Janeiro – 2018
Ataque Blues -  André Dias - 4'58" - Fortaleza/CE – 2015
Aviãozinho - Antonio Jr – 5´44”  CE/RJ -                2016
Corpos em Ciclo - Nilton Soares - 1'49" - São Paulo – 2018
Tailor - Calí dos Anjos – 10´- Rio de Janeiro - 2017
8 Patas - Fabrício Eduardo Rabachim - 2'25" - São Paulo - 2017

Brasileira 3
Torre - Nádia Mangolini – 18´- São Paulo – 2017
Momento Psicodélico Nº 13 - Breech Delivery -Daniel Bruson – 1´40” – Sorocaba/ SP – 2017
Fragmento - Paulinha Spinelli – 8´30” – Brasília/DF – 2018
Trevas à Parte - Estúdio Escola de Animação- 4´54” - Rio de Janeiro/RJ – 2017
Vegana - Estúdio Escola de Animação- 3´23” - Rio de Janeiro/RJ – 2016
Me, by J-Money  - Daniel Bruson – 1´- Sorocaba, SP – 2017
Aquele 31 de Março - Daniel Mata Roque – 3´30” - Rio de Janeiro – 2016
O Poeta das Coisas Horríveis - Guy Charnaux – 5´20” - Rio de Janeiro / RJ – 2017

Brasileira 4
The Boy who wanted to be a Lion  - Alois Di Leo – 10´- London /  São Paulo -  2010
Os Segredos do Rio Grande - Analúcia Godoi - 5'41" - Vitória/ ES
Sobre a Gente  - Alunos do Projeto Animação/ Núcleo Animazul- 7'47"- Vitória/ES
Almofada de Penas - Joseph Specker Nys – 12´17” Florianópolis/SC – 2018
Bolha - Estúdio Escola de Animação – 3´48” - Rio de Janeiro/RJ – 2017
Drama de um cotidiano real - Marco T. Alves - 6'12"- São Paulo – 2011
@Disexta - André Catoto – 12´- Sao Paulo/ SP – 2018

Brasileira 5
Guaxuma - Nara Normande - 14’15’’ - Pernambuco - 2018
O Malabarista  - Iuri Moreno - 10' 55'' – Goiânia – 2018
Amsterdam, 2016 - Fernanda Resende Serradourada- 5´  Americana/SP -2017
Onde Está? -  Michael Smith e William Ribeiro – 2´18”  - Rio de Janeiro
Deriva Amorfológica: Bacia de Cubatão  - Rodrigo Faustini  - 3´- Campinas/Santos/SP – 2018
Outro Mar - Larissa Lisboa – 34” - Maceió-AL  - 2017
Sopa de Tomate - Nilton Soares - 1'41"- São Paulo -2017
All%off - Liquidação  Dustan Oeven – 1´12” – Goiânia/ GO -  2018
Aquário - Alice Andreoli – 2´10” - São Paulo/SP - 2018
Taxidermia - Estúdio Escola de Animação- 3´33”  Rio de Janeiro/RJ – 2017
O Evangelho Segundo Tauba e Primal - Márcia Deretti & Márcio Júnior - 11'25''- Goiânia/GO – 2018

quarta-feira, 8 de agosto de 2018

COMPETITIVAS MINEIRA 16 MUMIA


Mineira 1
Metamorfose - Jane Carmen Oliveira – 5´22”  - Belo Horizonte - 2017
Suspeito - Max Henrique – 1´- Belo Horizonte
O Suicídio - David Lucas – 1´51” - Belo Horizonte – 2017
Midnight Snack - Tatiana Kawanishi – 5’ 50” -  Belo Horizonte – 2017
A Alquimista  - Taís Val – 4´26” - Belo Horizonte – 2017
Equilíbrio - Artur Costa – 1´33” - Belo Horizonte -  2011
O Olho do Sapo´- Cybelle Mendes – 11´38” - Belo Horizonte- 2018
My Messy Mind - Ramon Faria – 6´- Florida (USA) – 2018
O Projeto - Anderson Ribeiro de Castro - 1'46"- Belo Horizonte – 2011
Uma noite qualquer - luciano irrthum - 3´33” - belo horizonte - 2018









MINEIRA 2
C(R)U1 - Jessica Hissa - 1´05´ - Nova Lima/MG – 2017 
Modern Pets Fighting -  Guilherme Teresani – 1´30” - Belo Horizonte – 2018
Habitat - Max Henrique – 1´- Belo Horizonte
Mar Salgadinho - Caroline Veirano – 2´46” – Belo Horizonte – 2017
Desencontro - Jackson Abacatu – 3´- Belo Horizonte - 2018,
ZOO - Fernando Martins – 36” - Uberaba/MG – 2016
Coceirinha na mão  - luciano irrthum – 5´33” - belo horizonte - 2017
Pedro e o Velho Chico - Renato Gaia – 18´- Belo Horizonte – 2017
Cor -  J.J. Ribeiro – 1´16” – Teofilo Otoni- 2018


















Mineira 3
C(R)U2 - Jessica Hissa - 1´05´ - Nova Lima/MG – 2017
Por um Som Orgânico - Fábio Purper – 3´51” - Goiânia, GO / Uberlândia, MG s 2017,   
Espaços de Amnésia - Manu Lima – 1´- Belo Horizonte - 2017
Fucking Skies - Guilherme Teresani – 5´36” - Belo Horizonte – 2018
O Trapezista  - Anderson Ribeiro de Castro - 2'52"- Belo Horizonte – 2018
Contrastes - impressões de Israel - Jackson Abacatu – 10´- Belo Horizonte – 2018
Bad Trip Television - Fernando Martins – 1´42” - Belo Horizonte 2017
SERF - Ramon Faria – 4´31” - Florida EUA – 2018
Sirlei - Rabiscos - Wanderson Brandão e Renato Faria - 14'16" -  Divinópolis / MG – 2010


sexta-feira, 6 de julho de 2018

Centro Cultural UFMG exibe filmes de mostra de animação nas férias de julho















O CineCentro exibirá, entre os dias 06 e 19 de julho, às 19 horas, uma seleção dos melhores filmes premiados na 15ª edição da “Mostra Udigrudi Mundial  de Animação - MUMIA” com entrada franca. Na programação serão apresentados 25 curtas metragens de animação.

Os filmes irão abordar estilos e técnicas variadas com produções mineiras, nacionais e de países como Alemanha, Bélgica e Letônia. A intenção é convidar o público a conhecer e se surpreender com a produção do cinema de animação contemporâneo.

Realizada desde 2003, em Belo Horizonte, a Mostra Udigrudi Mundial de Animação é reconhecida como um evento consolidado entre os festivais de cinema e vídeo no Brasil e integra o calendário turístico da cidade. Anualmente a mostra exibe mais de 200 filmes vindos dos cinco continentes. Países como Chile, Colômbia, Equador, Estados Unidos, Finlândia, Armênia e Portugal já receberam mostras especiais de filmes brasileiros através de parcerias com a MUMIA. A mostra lançou em 2013 o livro “Subversivos – O desenvolvimento do cinema de animação em Minas Gerais” e em 2015 o livro “Maldita Animação Brasileira”. Em 2017 lançou a coletânea “MUMIA de Animações Mineiras” em comemoração ao centenário da animação brasileira.

PROGRAMA 1 – 06/07 e 19/07/18
Nimbus, o caçador de nuvens  Marco Nick 16’45” Belo Horizonte 2016
A Doida - Svetlana Filippova - 2'45" - Belo Horizonte -  2017
A Primeira Flauta Simon Brethé e Ricardo Poeira – 3’47” Belo Horizonte 2017
As Aventuras do Chauá Alunos da Escola Municipal Santo Antônio do Norte/ Projeto Animação – 4’ - Aimorés
Quando os dias eram eternos -  Marcus Vinícius Vasconcelos - 12'50'' – São Paulo – 2016
Caminho dos Gigantes - Alois Di Leo – 12’ -  São Paulo – 2016

PROGRAMA 2 – 10/07/18
 Tango - Francisco Gusso e Pedro Giongo  = 12´30” - Curitiba, 2016
Animais - Guilherme Alvernaz - 12’40” - São Paulo
Child - Iring Freytag, Viktor Stickel e Linus Stetter – 9’12” – Alemanha - 2016
Millie Israel Dilean 5” 11” Belo Horizonte 2016
Oceano - Renato Duque -  15’40” - São Paulo/SP – 2016

PROGRAMA 3 – 12/07/18
Lucky - Kirsten Carina Geißer e Ines Christine Geißer – 11’ – Alemanha - 2015
Sayounara - Débora Mini – 4’40” - Belo Horizonte2016
Fonte da Tristeza Samira Daher 4’20”Belo Horizonte 2017
O projeto do meu pai – Rosária – 5´40”
Aaaaaaaaahhhhhhhhhhhhhh- Ramon Coelho Braga – 2´- 2016
Cheiro de pitanga Jackson Abacatu 2’35” Belo Horizonte 2017
Marcellas Marcella Furtado / Regina Resende Barroso / Silvano José de Faria Júnior / Tomás Gobbo Lopes 2’31” Belo Horizonte 2014
O Mal -Carlon Hardt – 2´11” – Curitiba - 2016

PROGRAMA 4 – 17/07/18
Homus Erectus- Rodrigo Burdman – 2´15” – 2009
A fuga – Douglas Alves Ferreira -10´- 2015
O violeiro fantasma – Wesley de Oliveira – 6´50” – 2017
O sino de Montebelo – Fernando Ferreira Garroz – 4´44” – 2016
Diário de Areia - Isadora Morales Chavez 6’ 26” Belo Horizonte 2017
O conto do burro amarelo Daiana Mendes 30’ Contagem 2017

quinta-feira, 1 de março de 2018

16 MUMIA - Inscrições abertas









arte: Marcos Batista

REGULAMENTO 16º MUMIA – MOSTRA UDIGRUDI MUNDIAL DE ANIMAÇAO

CAPÍTULO I: DA FINALIDADE
O MUMIA - Mostra Udigrudi Mundial de Animação tem a finalidade de incentivar novas produções audiovisuais de curtas-metragens em animação, por sua inovação e criatividade.


CAPÍTULO II: DA INSCRIÇÃO
2.1 – A Mostra está aberta às produções nacionais e internacionais, para filmes de animação, finalizados a partir de 2008. Cada participante poderá inscrever com quantos títulos quiser, inscritos individualmente. Serão também bem aceitos vídeos realizados em outros mundos diferentes.

2.2 – As inscrições ficam abertas do dia 01 de Março de 2018 a 31 de Maio de 2018. Para realizá-la é necessário:
Preencher o formulário: https://docs.google.com/forms/d/e/1FAIpQLSceHoDKrg0-2bLuNSIZMFmxCEw5bmU19vjDAWwkQ9bpK1_Ivg/viewform

Enviar o arquivo do filme, impreterivelmente no formato H264, para o e-mail mumiabh16@gmail.com por meio de Wetransfer (www.wetransfer.com) OU enviar um DVD com o arquivo para o endereço: 15º MUMIA – Rua da Bahia, 1148, sala 1714, Centro, Belo Horizonte – MG, CEP 30190-906, Brasil
Arquivo Digital nos formatos (Mov ou MP4, com codec H264, exportado com até no máximo 40 mbps e áudio codec AAC ou DTS observando o teto de 192 kHz / 24-bit.
Caso o arquivo não venha nas especificações acima pode ser cortado da programação.
É necessário também o envio de material de divulgação (fotos do filme) para o e-mail mumiabh16@gmail.com, com a identificação do filme.
No caso de produções estrangeiras, é essencial o envio de lista de diálogo.

CAPÍTULO III: DA SELEÇÃO
3.1 - Não haverá seleção de Filmes e Vídeos inscritos na mostra. Mas existem fatores de desclassificação.

3.2 – Serão desclassificados aqueles que:
Conforme a opinião dos diretores da mostra, não se encaixem no gênero animação.
Enviarem arquivo em formato diferente do especificado acima
No caso de produções estrangeiras, não enviarem a lista de diálogo.




3.3 – Os selecionados e a programação estarão disponíveis a partir de setembro de 2018 em: http://www.mostramumia.blogspot.com

CAPÍTULO IV: DISPOSIÇÕES GERAIS
4.1 - Todas as cópias enviadas ao MUMIA - Mostra Udigrudi Mundial de Animação, passarão a fazer parte do acervo da Mostra podendo ser utilizadas somente para fins culturais em outras Mostras, tanto no Brasil quanto no exterior, e em programas de televisão sem objetivos comerciais, desde que autorizado pelos seus realizadores.

4.2 - A organização da MUMIA reserva para si o direito de utilizar cenas (até 30") de filmes inscritos na mostra em programas ou produtos que visem promovê-la.

4.3 - A organização do MUMIA - Mostra Udigrudi Mundial de Animação poderá utilizar imagens, fotos e material gráfico dos vídeos, para divulgação dos mesmos em todas as mídias.

4.4- Todas as animações brasileiras participaram da mostra de extensão do 16º MUMIA nas cidades de Teófilo Otoni e Divinópolis em Minas Gerais em março 2019.

4.5 - As inscrições não serão confirmadas.

4.6 – Não serão aceitas correspondências a cobrar em hipótese alguma. Os realizadores devem arcar com todo custo de envio.

4.7 - O preenchimento da Ficha de Inscrição no Google Docs vinculado ao blog da mostra no ato da inscrição certifica o participante à aceitação deste regulamento.

4.8 - Os casos omissos serão solucionados pela comissão organizadora da Mostra Udigrudi Mundial de Animação.